PENSADORES MATEMÁTICOS

O Projeto Pensadores Matemáticos foi inspirado no trabalho realizado pela professora Cláudia Moura e em uma dinâmica vivenciada por mim no curso DL ( Desenvolvimento e Liderança).
Foram escolhidos quatro pensadores matemáticos para serem estudados e conteúdos que deveriam ser abordados por estarem no currículo do 9º ano.

Metodologia:
A turma será dividida em quatro exércitos (grupos). Cada grupo escolherá um líder.
Começa a batalha! Algumas questões sobre equação do 2º grau serão propostas e , de acordo com a ordem de entrega das soluções corretas, os líderes escolherão um pensador para o trabalho.

1ª ETAPA
Cada exército trabalhará um pensador e os respectivos assuntos obrigatórios. Abordando sua história e contribuições para a matemática e para a humanidade.
1) Tales de Mileto: Teorema de Tales, Semelhança de triângulos e Triângulos Isósceles.
2) Pitágoras: Teorema de Pitágoras e Números Perfeitos.
3) René Descartes: Plano Cartesiano e par ordenado.
4) Bháskara: Equação do 2º grau.

Em data previamente marcada, cada grupo apresentará seu trabalho para o restante da turma e para o professor, no modelo seminário, de acordo com organização firmada pelo grupo e seu líder.

2ª ETAPA
Em data posterior acontecerá o COMBATE!

Dinâmica do Combate

  • Cada exército confeccionará seu brasão. As palavras UNIÃO, EDUCAÇÃO, MATEMÁTICA e SUCESSO deverão estar no brasão. O brasão será entregue no dia do combate em papal 40kg ou cartolina.
  • Cada exército elaborará um hino/grito que também deverá conter as palavras supracitadas. O hino deverá ser decorado e a matriz entregue ao  professor.
  • Cada grupo formulará 10 perguntas sobre seu tema. As perguntas serão escritas em letra legível em um papel 40kg ou cartolina.
  • As 10 perguntas devem ser respondidas pelo mesmo grupo e as respostas entregues ao professor.
Cada grupo entoará seu hino para o restante da turma, dando início à competição. Dois grupos serão selecionados para o Combate. O jogo consiste em uma competição de perguntas e respostas. Um grupo ataca e o outro defende. O brasão e as 10 perguntas do grupo atacado serão afixados na lousa. Um combatente do grupo atacante será escolhido, escolherá uma das 10 perguntas e apontará o combatente do grupo rival para responder.  O referido combatente terá 10 segundos para a resposta. Caso não responda, um outro componente do grupo poderá "defendê-lo" e salvar o grupo. Dada a resposta, o atacante (quem fez a pergunta) poderá aceitá-la ou não.  Em caso positivo e resposta certa: ponto para o exército atacado. Em caso positivo e resposta errada, ambos não pontuarão. Em caso negativo, o mesmo combatente deverá saber a resposta correta e o ponto será do grupo atacante. Se não souber ele também a resposta correta, ambos não pontuarão. Depois de todos participarem, a ordem entre os grupos de ataque e defesa mudará. O mesmo acontecerá posteriormente com os outros dois grupos.
Cada erro individual será "punido" e o líder sofrerá a punição junto. Cada erro do líder será punido, e o grupo todo sofrerá a punição junto.

Todos os contatos para dúvidas e entregas serão feitos via e mail, blog ou facebook.


Objetivo: Esse trabalho pretende estimular a pesquisa e o uso da internet para fins pedagógicos. Além disso contempla assuntos importantíssimos para o 9º ano, trabalhando-os de maneira mais lúdica e atraente. Outra questão importante é motivar o trabalho em equipe, a competição saudável entre os discentes e verificar padrões de comportamentos entre eles.